VALE A PENA UM BATE E VOLTA DE PARIS PARA CONHECER BRUXELAS? | EUROTRIP

quarta-feira, maio 25, 2016


Bom dia gente!!!

Quem me acompanha no Instagram viu que fiz uma viagem em dezembro passado para a Europa, passando por alguns países. Revendo as fotos percebi que há muito material interessante para alguns posts especiais aqui no blog e resolvi escrever. O que acham?

Quando estava planejando minha viagem procurei muito sobre os lugares que ia, e acabei achando muitos canais bacanas. Espero que este também ajude muitos futuros viajantes ao velho continente. Hehe

Uma das grandes dúvidas que tive era se valia a pena "perder" um dia de Paris para fazer um bate e volta até Bruxelas. Pesquisei bastante e como a vontade de conhecer vários países nessa viagem era o foco (passamos por 6 países), resolvemos ir. Resultado? Ameeei Bruxelas, foi uma das cidades ponto alto da viagem e sim, acho que vale a pena sim fazer um bate volta à ela se estiver em Paris.


Sendo uma das menores capitais da Europa, Bruxelas tem fácil locomoção. Descemos no Metro "Bourse Beus" e fizemos todo o centro da cidade à pé.

Para chegar na cidade, saindo de Paris, comprei a passagem, ainda do Brasil, no site da Thalys, é possível comprar com um mês de antecedência e conseguir preço melhor do que comprar um dia antes, por exemplo. Saímos de Paris da estação Gare du Nord que é bem grande. A viagem levou 1h20 e é super tranquila. Chegamos cedo na cidade e fomos embora às 17h.

Como em dezembro é inverno na Europa, escurece cedo, mas se estiver no continente no verão pode ficar tranquilo de voltar lá pelas 21 horas que ainda estará claro.




A Grand Place de Bruxelas é uma das mais lindas da Europa. Suas construções são monumentais e cheias de história! Essa movimentada praça calçada com pedras constitui o centro geográfico, histórico e comercial da cidade a mais de três séculos. Repleta de fileiras de guildas, oferece belo exemplo da ornamentada arquitetura belga do século XVII. Repare no prédio acima (Hôtel de Ville), é a prefeitura de Bruxelas, cuja porta é desnivelada com o restante da construção. A agulha, erigida em 1449 atinge 96 metros.

Uma construção com certeza impressionante! 



Outro ponto forte da cidade são a referência aos desenhos animados, cujos criadores são belgas: as aventuras de Tin Tim e os Smurfs. Há museu na cidade dedicado aos desenhos, como nosso tempo era curto não conseguimos visitar. Ficou aí já o começo da saudade que a cidade deixaria e vontade de retornar com mais tempo. 


Além de terem o título do melhor chocolate do mundo (sim, há milhares de lojinhas na cidade e os chocolates são deliciosos). Eles requerem o título de inventores e feitores da melhor batata frita do mundo. Posso falar? Sim, é a melhor que já comi! Quero testar o segredinho e contar pra vocês, mas dizem que o segredo está em fritar 2 vezes a batata. Não sei... mas ela é realmente deliciosa, super crocante e sequinha! 

Outra comida que deixou saudade e é sensacional: waffle de Bruxelas. Uma das melhores coisas que comemos na viagem toda. Simplesmente delicioso e sem comparações de qualquer outro Waffle que já provamos na vida. Só para provar ele vale o pulo de Paris à Bruxelas... hehehe

Há ainda as lojas de cerveja que vendem inúmeros rótulos dos mais de 300 produzidos no país. Sim, a Bélgica é o país que produz mais tipos de cervejas diferentes do mundo! Comprei algumas e fui postando no Instagram não conhecia cerveja vermelha, e adorei! Elas são mais docinhas.  


Outro lugar que vimos na internet e ficamos curiosos em visitar é o Atomium. Contruído para a Feira Mundial de 1958, o Atomium hoje é um dos pontos de referência mais famosos de Bruxelas. É um modelo de cristal de ferro ampliado 165 bilhões de vezes, foi projetado pelo engenheiro belga André Weterkeyn para refletir a nova era da ciência e das viagens espaciais, além de homenagear a poderosa indústria de metal do país.

É possível subir nas esferas e tem até restaurante moderno na mais alta. Não subimos porque queríamos chegar logo na Grand Place (começamos o passeio por aqui). 

Para chegar ao Atomium é só pegar o Metro "Heysel"... ao descer você já avista a construção que é bem grande e bonita. Acho que no bate volta de Paris a Bruxelas vale a pena visitá-lo, ainda que seja para uma foto.


Bruxelas é um encanto e se você puder, ela merece dois dias da viagem. Dá para fazer o roteiro Paris/ Bruxelas/ Bruges/ Amsterdã. Sim... descobri Bruges nas pesquisas, outra cidade linda que ainda quero conhecer. Hehehe Como nosso itinerário era para o sul (Munique) não deu para fazer esse trecho, mas fica a dica. 

Viajar é o melhor da vida, não é?! Nossa, como é bom conhecer culturas novas, provar comidas diferentes e ver construções e arquiteturas tão diferentes das nossas. Adoro a ideia do antigo, de que aquilo tem séculos... dá uma sensação boa de continuidade da vida, de que há coisas que ficam.

Tem muito mais da viagem pra contar pra vocês, mas, além de Versalhes, quem vai a Paris deve deixar um dia a mais para a cidade e visitar Bruxelas. Com certeza você voltará com ótimas recordações, principalmente gastronômicas. hehehe


Beijos,
Priscila Schulz

acho que vai gostar desses posts:

4 comentários

  1. Deve ter sido muito giro, ainda bem que decidiste passar por lá! :D

    ResponderExcluir
  2. Olá, farei o mesmo esquema bate-volta a partir de Paris em novembro, comprando passagem pela Thalys. Minha dúvida é na estação de trem em Bruxelas, a Bruxelas-Midi. É fácil de lá pegar o metrô para o centro? Preciso de novo ticket?
    Abraços e obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem fácil se locomover da Bruxelas-Midi para o centro da cidade, pode ir tranquilo! Beijão

      Excluir
    2. Sim, vai precisar de novo ticket, de metro normal, mas poderá comprar lá mesmo!

      Excluir

"Adoro receber seus comentários, eles enriquecem o conteúdo do blog e me deixam muito feliz."
Muito obrigada pelo seu comentário!
Priscila Schulz

Blogs Parceiros


Onde Estamos

tuasreceitas.com.br mytaste.pt Receitas
Blog Saboroso no Receitas na Rede