MERCADO CENTRAL DE BUDAPESTE | EUROTRIP

quarta-feira, julho 20, 2016


Bom dia gente! Hoje escrevendo mais um post no nosso quadro Viagens, continuando a séria da viagem à Europa que fiz em Dezembro passado e só agora tive tempo de separar as fotos em temas e enfim preparar vários posts semanais pra vocês. Espero que acompanhem e gostem bastante! 

Pra ficar ainda mais legal resolvi não seguir uma ordem de países, mas ir soltando aos poucos, um país de cada vez, matérias que variam de restaurantes, lugares legais e pontos turísticos bem conhecidos. São 7 países ao todo. Por isso, fiquem ligados que vem muita coisa bacana por aí!



Quem vai a Budapeste, capital da Hungria, no leste Europeu, não pode deixar de visitar o Mercado Central da cidade. Adoro visitar mercados dos grandes centros e o de Budapeste é um espetáculo em artesanato gente (tanta coisa linda!!!), comidinhas típicas e tudo o mais que se vê em mercado (temperos, frutas, peixes etc).



Quando inclui Budapeste no roteiro e pesquisei sobre a cidade, fiquei sabendo logo sobre sua linda porcelana e já fui para lá sabendo que traria algo para casa. Nos blogues que li todos falavam que era super barato, mas não é bem assim. Paguei R$65,00 em um prato (o que não é lá barato, convenhamos) e ainda corri o risco dele chegar quebrado. Mas era a coisa mais linda, obviamente. Foi o que trouxe pra casa, um prato e um castiçal de porcelana, e por sorte chegaram inteirinhos ao Brasil. 

Logicamente queria trazer muito mais coisas, mas ainda iríamos para Praga, de ônibus e já tínhamos passado por outros 5 países (ou seja, nossa mala já estava gigante)... O medo de quebrar e o de pagar excesso de bagagem me fez ser contida na compra das lindas porcelanas de Budapeste. Hehehe


Outro artesanato maravilhosoooo eram esses bordados em toalhas que eles fazem. Gente do céu, lindo demais! Porém, da mesma forma que são lindos, são caros. Uma toalha dessas grandes não sai por menos de R$1.000,00 Sim, nosso dinheirinho é bem desvalorizado no mundo europeu (mesmo nos países que não adotam o euro). Uma toalhinha de boca com esses bordados não é encontrada por menos de R$200,00.

Deixamos de lado as rendas de Budapeste e nos contentamos com as de Fortaleza que são igualmente lindas e com um precinho mais amigo. Mas sim, se você vai para Budapeste e quer trazer uma linda toalha para casa é só se preparar porque acho o preço até justo por um trabalho todo feito a mão e maravilhoso, vai por mim. 


Bonequinhas lindas feitas em madeiras por apenas 4 dólares olha só, eu trouxe essa azul aí da frente pra casa. Hehehe A roupinha é típica húngara.


Bem vindo em húngaro!


Com medo de levar porcelana pra casa? Que tal um jogo de cristais??? Mas são incrivelmente lindas as taças... em Praga encontramos uma infinidade desses jogos de taças em todas as lojinhas da cidade.


O mercado é dividido em 2 andares, sendo o andar de cima mais voltado para os artesanatos e também tendas de comidas. Um dos pratos mais típicos de Budapeste é um lanche chamado de Lángos...

Cuidado!!! O pessoal é bem esperto... vão conversando com você, se fazendo de bobinhos, perguntando se você quer "isso" ou "aquilo" e tudo é cobrado a parte. Ou seja, o "isso" ou "aquilo" na verdade não é nada incluso no preço do Lángos que você pediu, tudo é cobrado a mais do preço inicial do lanche que você pediu.

A moeda deles é bem diferente do euro (e bem desvalorizada) e eles são um tanto quanto "ligeiros", tem que tomar bastante cuidado na hora de pagar, conferir o troco. País aqui não mais de primeiro mundo. Hehehe... pois eh! 


O Lángos parece uma pizza que montam aberta e depois fecham. Você compra por um preço inicial X e ela vai perguntando "esse" ou "esse"... lembre-se para cada item que você escolhe é um valor a mais. O que tem que fazer (descobrimos depois ao pedir um doce) é falar: "nada mais, obrigada" (assim ele sai pelo valor anteriormente contratado). Fica a dica pra quem for a Budapeste.

Mas o lanche, apesar de ter ficado um tanto mais caro do preço inicial que pedimos (4 vezes mais caro), ficou uma delícia... e gigante!!!


Andando pela parte de baixo do mercado...


A páprica é um dos temperos mais famosos da Hungria, eles usam em praticamente todos os pratos. Eu trouxe para casa e é uma delícia a páprica de lá, me arrependi por não ter trazido mais. Aprendi com a mulher que me vendeu que a melhor forma de conservar a páprica é guardá-la no freezer, assim ela não estraga.

Eles falam bem o inglês e encontramos algumas pessoas, inclusive, que sabiam falar português super bem.


Ai, ai... ver as fotos e escrever sobre os lugares dá uma vontade de voltar para lá... não sei vocês mas a coisa que mais amo na vida é viajar... demais! Descobrir novos lugares, novas culturas, novos sabores pra mim é incrível demais!!!


Pena não dar tempo de provar tudo, né? São tantas cores, sabores, texturas, aromas no ar... tantas pessoas diferentes que cruzam por nós... um país totalmente novo, diferente de tudo o que já tinha visto na vida. Meus sentidos totalmente apurados tentando apreender o novo a todo momento no ar.

Foi incrível estar em Budapeste! Ainda que tenhamos pego dois dias totalmente nublados, de forma que ver o Parlamento do Bastião dos Pescadores tenha sido tarefa quase impossível, ainda assim foi incrível! Uma cidade totalmente diferente de tudo o que já tinha visto... uma cidade sofrida, cheia de história... uma cidade que me deixou memórias.

O Mercado foi o primeiro lugar que fomos ao chegar... quase anoitecendo, de metro... descemos e foi tudo novo... demais!


Assim me despeço de vocês com mais um post da nossa série Viagens... como adoro escrever aqui... quase mais que cozinhar... "quase"... porque a gente pode amar muitas coisas.

Beijos,
Priscila Schulz

acho que vai gostar desses posts:

0 comentários

"Adoro receber seus comentários, eles enriquecem o conteúdo do blog e me deixam muito feliz."
Muito obrigada pelo seu comentário!
Priscila Schulz

Blogs Parceiros


Onde Estamos

tuasreceitas.com.br mytaste.pt Receitas
Blog Saboroso no Receitas na Rede